;
[
]

ENSINANDO A CRIANÇA ORGANIZAR

MAIO 20, 2019

POR FABIANA SECCHIS

VIVA BEM - CASA - Destaques Home - Carrossel

Como tornar seu filho um aliado na organização da casa

A gente sabe que a mãe sempre acaba sendo a mais responsável pela ordem da casa. Isso acaba deixando ela super estressada, mais cansada e com menos energia.

Mas você sabia que pode ensinar seus filhos a ajudar nessa organização e tornar sua casa menos estressante e mais organizada?

Nossa amiga Luana Vieira do blog http://www.nolugar.com.br  irá nos ajudar.

 

Dando os primeiros passos

“A conscientização de uma criança começa desde cedo, através de muita conversa, para fazer o seu filho entender a necessidade dos afazeres domésticos e das responsabilidades que envolvem a organização de uma casa. Você pode começar a delegar pequenas tarefas, como organizar a caixa de brinquedos, arrumar a cama, guardar suas próprias roupas no armário, etc. Aos poucos, essas tarefas tomarão uma proporção maior e o seu filho entenderá de uma maneira natural que ele também tem responsabilidade na organização da casa.

Uma dica legal para estimular as crianças é propor desafios, de modo a deixar as tarefas com cara de brincadeiras, sugerindo pequenas competições onde quem arrumar ou limpar primeiro ganha. Porém, muito cuidado quando for lidar com recompensas, pois o ideal é não oferecer coisas em troca, para não se tornar um hábito. Não se esqueça que o principal objetivo é conscientizar o seu filho e não o forçar a fazer as tarefas esperando algo em troca.

A ideia de merecimento deve vir como um agradecimento, um incentivo psicológico e não material, pela ajuda prestada. Ele criará um senso de que ajudar é fazer algo em prol do bem-estar da família, contribuindo para o desenvolvimento de uma noção de comunhão e colaboração. Em hipótese alguma você deve puni-lo ou reprimi-lo por ter feito algo errado ou não tão bem quanto gostaria, pois isso irá desmotivá-lo e causará o efeito contrário do esperado.”

 

Quais atividades delegar

A partir dos 2 anos já é muito legal começar a conscientizar a criança e começar a ensiná-la a ajudar. Quanto mais cedo começa vai se tornando mais responsável durante o crescimento.

Segundo Luana Vieira:

“Dos 5 anos em diante as crianças começam a desenvolver um senso de responsabilidade maior, querendo se tornar cada vez mais independentes. É o momento perfeito para começarem a executar tarefas maiores, como arrumar o próprio quarto. E como as crianças se espelham nos mais velhos, peça ajuda para varrer ou passar pano nos móveis, pois mesmo que não encarregue o seu filho dessa tarefa, ele pode imitar suas ações e fazer a atividade junto com você. 

A partir dos 10 anos, já pode começar a aumentar as responsabilidades e introduzi-los na cozinha. Você ainda pode aproveitar esse gancho e ensinar sobre a importância dos alimentos, o que fazer para evitar desperdício e sobre reciclagem. Eles podem contribuir para colocar o lixo para fora, lavar as louças e outros serviços da lavanderia. Depois dos 12 anos, eles já podem ser incluídos efetivamente na rotina de organização da casa, por isso faça um calendário e proponha uma divisão de tarefas.”

 

Criando um adulto melhor

É importante pensarmos que quanto mais exigimos deles enquanto crianças menos trabalho com isso ele nos dará quando adultos.  Sabe aquela mãe que briga com o filho o dia todo dizendo: vá arrumar seu quarto!! lave a louça que sujou! Tire seu tênis da sala!

E na conclusão a Luana Vieira finaliza:

“Aos poucos o seu filho entenderá que ele também faz parte da rotina de organização e isso ajudará a manter a casa sempre organizada, pois agora ele sabe o trabalho que dá colocar tudo no seu devido lugar e dará valor a isso. Vale lembrar que esse é um processo lento, que requer tempo e paciência. Mas, com certeza esse processo será muito positivo para o seu filho no futuro, pois além de desenvolver um ótimo senso de responsabilidade, fará com que ele se torne uma pessoa independente e organizada.

Agora que o empurrãozinho já foi dado, basta você começar o quanto antes! Seja ensinando como arrumar a cama ou a caixa de brinquedos, o importante é que haja um princípio. Assim, você poderá contar com o seu filho para manter a casa organizada, sem que ninguém seja sobrecarregado, sobrando ainda bastante tempo e energia para os programas em família.”

 

Baseado em: http://www.nolugar.com.br

 

COMPARTILHAR:

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE
SIGA O VIVER BEM MELHOR!
s