;
[
]

MÃE COM QUALIDADE

MAR 28, 2019

POR FABIANA SECCHIS

VIVA BEM - Destaques Home - Carrossel - FAMÍLIA E FILHOS

“Seja uma mãe com qualidade, independente do tempo que passem juntos, isso deixará marcas por toda vida em seu filho.”

 

A Luana é uma mãe que tenta conciliar tudo para ela ficar bem e consequentemente sua família também. Ela tem 2 filhos, faz sua aula de dança 2x na semana, hoje trabalha meio período fora, mudou de profissão e leva a vida de uma maneira muito leve. Mas não foi tão fácil assim tomar algumas decisões profissionais, sempre foi algo muito bem pensado. Ficou curioso? Leia essa entrevista maravilhosa e inspiradora.

 

VBM: Conte um pouco sobre o que é a maternidade para você?

Que nossa vida muda radicalmente após a chegada do bebê todo mundo já sabe ou pelo menos teve algum amigo que tentou avisar. O que talvez ninguém te conte é que a maternidade pode ser maravilhosa – e sim, é -, mas é também uma caixinha de surpresas. Muitas vezes, você vai se deparar com situações e sentimentos que talvez não saiba como lidar.  Após o nascimento do meu primeiro filho ( sou mãe de dois Arthur e Lorena), a minha visão de mulher bem sucedida mudou e percebo, ao conversar com muitas amigas, que essa mudança acontece com quase todas. Após o nascimento de um filho, o foco muda totalmente! As mais “radicais” trocam tudo e decidem se dedicar totalmente à vida de mãe, mesmo tendo dedicado anos aos estudos e à uma carreira de sucesso. Outras, assim como eu, tentam conciliar a carreira com a maternidade e vivem o eterno dilema da mulher de hoje, como balancear tudo: ser profissional, ser mulher, ser mãe, ser dona de casa … “

 

VBM: Como era sua rotina de trabalho e como foi sua mudança?

Confesso que não foi fácil e eu sei que não tenho perfil para ser totalmente do lar, mas muita coisa mudou em mim.  Tinha uma rotina cansativa trabalhava cerca de 09 horas por dia com eventos médicos, as vezes era preciso viajar e isso me deixava bem angustiada, quando decidi fazer licenciatura em pedagogia para dar aula, meio período, buscando sempre a tão sonhada qualidade de vida. Após três anos de curso,  me formei,  acreditem não consegui largar tudo, fiquei 28 meses repensando na minha vida, coloquei como meta que 2019 me respeitaria e trabalharia menos, em Janeiro surgiu oportunidade de  trabalhar em um aplicativo muito bacana, chamado iFunny, onde trabalho 03 vezes por semana de casa, para minha surpresa maior consegui ingressar como professora,  apenas no período da manhã.  Fato é que acabei encontrando uma atividade que remunera menos, mas que permite maior flexibilidade de horários.”

 

 VBM: O que mudou depois disso?

“Quase tudo mudou, almoço com meus filhos, levo eles na escola, vou buscar, decidi abri mãos de alguns luxo, está sendo uma experiencia incrível para nós como família.”

 

VBM: O que você diria para as mães que trabalham fora ou as que ficam em casa e querem fazer algo?

Cansei de ler, ver, ouvir mães que se decidam exclusivamente aos filhos acharem que são mais mãe que as outras, que optaram por seguirem suas carreiras. É o oposto também é verdadeiro. Se formos simplificar bem, ficamos culpadas porque ainda temos como ideal o modelo antigo da maternidade, no qual a mulher cuidava da casa e dos filhos (e de si mesma) de maneira impecável e estava sempre muito perto da perfeição. E vamos ser francos perfeição não existe e temos que sempre fazer aquilo que nos faz bem, sem culpa, sem trauma.”

 

VBM: Vejo que você faz sua aula de dança. Todas as mães tem que ter esse tempo pra elas?

“Sim, em casa temos um acordo tanto eu como meu marido, temos esse “tempo” para nós, ele faz natação e eu danço duas vezes por semana. Se é importante? Na minha opinião é mega importante, dançar me renova, me floresce me faz uma mãe ainda melhor. Tenha esse tempo, cuide-se, faça algo que faça bem para sua alma.”

 

 VBM: Diga algo que você ache importante que nao foi perguntado se quiser. 

“Ser mãe não é trabalho. Você não tem meta para bater, nem precisa dar satisfação para um chefe. Ser mãe é cuidar, educar, proteger, brincar, criar laços. Seja uma mãe com qualidade, independente do tempo que passem juntos, isso deixará marcas por toda vida em seu filho.”

 

COMPARTILHAR:

ARTIGOS RELACIONADOS

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE
SIGA O VIVER BEM MELHOR!
s