;
[
]

O VALOR DO VINHO

FEV 15, 2019

POR FABIANA SECCHIS

VIVA BEM - ANOTA AÍ - DESTAQUE

Será que quanto mais você paga o vinho mais gostoso ele é? Ou será que ele é mais de qualidade e o sabor é gosto pessoal?

Hoje conversamos com o Dario Taibo sobre esse assunto e ele nos contou um pouco sobre os valores do vinho.

Um conteúdo ótimo para quando você for dar um presente para alguém ou para você, saber escolher um bom vinho.

“Muita gente me pergunta se um vinho de R$ 1.000 vale os R$ 1.000. Ora, como dizem que a verdade mais absoluta é que tudo é relativo, então eu digo: é relativo. Para um indivíduo cujo salário é R$ 2.000, um vinho de R$ 1.000 é nada mais nada menos que 50% de seu salário, e parece-me despropositado que tal indivíduo compre esse vinho – para ele é caríssimo! Já um indivíduo cujos ganhos mensais ascendem a R$ 50.000, e são muitos (eu não, infelizmente!), um vinho de R$ 1.000 representa 2% de seus ganhos, algo equivalente ou proporcional a R$ 40 para o primeiro indivíduo. Para este, essa última cifra já faz mais sentido.

Mas, apenas falando em termos absolutos, um vinho de R$ 1.000 é realmente tão melhor que um de R$ 40 ou 25 vezes melhor, como insinua a proporção?

“É! É, sim. Definitivamente!

Quem atribui valor às coisas é o mercado, e o mercado não se engana.Também é verdade que um vinho de R$ 1.000 não é 25 vezes melhor que o de R$ 40, do ponto de vista estritamente organoléptico, isto é, de seu sabor, mas o vinho mais caro tem outros valores que o vinho mais acessível não tem. São valores abstratos, mas não por isso menos reais.

Gosto muito do exemplo dos carros. Um Bugatti La Royale leva você de um lado para o outro com mais competência que um Gol? Não, e arrisco até a dizer que nem sequer seria tão competente como um Gol. Mas, na verdade, quem compra um Bugatti La Royale não está procurando transporte – está procurando outros valores.

Quem compra um vinho de R$ 1.000, de forma geral, não está procurando um vinho para acompanhar o estrogonofe que a cozinheira fez para o almoço. Procura outros valores – reais, lícitos, respeitáveis, ainda que para alguns possam parecer fúteis.” (Dario Taibo)

E aí gostaram? Nós aqui com certeza aprendemos muito com essa lição de valores financeiros e valores emocionais para comprar um bom vinho.

Fonte: http://tudoconformeeumesmo.com/tag/dario-taibo/

COMPARTILHAR:

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE
SIGA O VIVER BEM MELHOR!
s